12 de Abril , 2018

Uma das principais ideias da decoração atual é procurar o Wabi Sabi – uma antiga filosofia japonesa (zen-budismo) que busca encontrar beleza na impermanência e na imperfeição.

Wabi-sabi é a arte de valorizar a simplicidade, o entorno organizado e com a modéstia. A autenticidade é fundamental para a filosofia wabi-sabi: a presença de rachaduras e arranhões nas coisas é considerada um simbolismo da passagem do tempo. Outra faceta do wabi-sabi é a ideia da beleza “óbvia” verso a beleza “única”.

Em casa, isso significa enfatizar o uso de materiais artesanais e orgânicos, formas naturais, peças feitas com falhas, imperfeições inatas que abracem a autenticidade, mesmo que isso signifique estar um pouco fora de linha.

A decoração wabi-sabi inspira o minimalismo e se concentra mais nas pessoas que vivem no espaço do que em qualquer outra coisa. Posses e outros itens são reduzidos ao essencial com base na utilidade, beleza ou nostalgia (ou todos os três). A paleta de cores tende mais para os brancos, cinzas, verdes e tons de terra, graças ao uso dos materiais naturais.

Os produtos e a estética que se encaixam nesta categoria realmente se tornam mais atraentes e interessantes à medida que são “gastos” pelo tempo; assim, eles revelam novas camadas de cor e texturas, efeitos e oxidações. O Wabi-Sabi fala sobre encontrar a beleza no ‘não tão perfeito’. Pense então em mesas ou tábuas de corte com marcas de queimadura, cerâmicas artesanais que não tenham ficado 100% lisas.

 

No Wabi-Sabi, aceitar a ideia de que sua casa não precisa ser um showroom o tempo todo é tudo o que é preciso. “A vida real é bagunçada, e tudo bem se a sua casa for também”. “As casas não devem ser perfeitas, elas devem ser vividas”. Ou, pelo menos, é isso que essa principal tendência quer nos ajudar a abraçar.

Mantenha a decoração real, seja autêntico e está tudo certo se não der para arrumar a cama todos os dias! E aí, anima abraçar o conceito japonês?

5 DICAS SIMPLES PARA EXPERIMENTAR O WABI-SABI EM CASA:

Cerâmica artesanal: Procure peças decorativas como vasos e bandejas com linhas e imperfeições orgânicas. Sua caneca favorita foi quebrada? Cole o pedaço de volta misturando-a com um pó colorido (que tal dourado?). Essa forma de upcycling resultará em um item exclusivo, personalizado e encantador, algo que você nunca conseguirá encontrar no varejo.

Estilo em números ímpares: Evite simetria em casa e acrescente estilo ao usar acessórios em números ímpares. Como convém a tendência do Japão, o Wabi-Sabi pede moderação e simplicidade. Concentre-se no essencial – você não tem que colocar suas coisas ordenadamente em linhas!

Lençóis em camadas: Boa notícia para as pessoas que odeiam passar lençóis – o Wabi-Sabi celebra uma aparência desfeita. Opte por lençóis macios e enrugados. Permita-se sentir a textura dos tecidos.

Materiais Orgânicos: A natureza é perfeita, embora esteja cheia de imperfeições. O estilo Wabi-Sabi tenta imitar esse eterno paradoxo e o resultado é surpreendente. Por que ficar chateado com pequenas manchas quando elas são cheias de graça? Madeira envelhecida com ranhuras claramente visíveis ou pedras não polidas, quando aplicadas ao mobiliário da casa, podem trazer uma alegria genuína para a sua décor. Aqui, a geometria delicada também é sempre bem-vinda – pode entrar na sala na forma de um espelho redondo de madeira que ampliará o espaço, ou um tapete circular de sisal, cestas de vime. Isso é puro Wabi-Sabi.

Paleta de Cores Terrosas: Embora certos tons vivos possam ter uma influência benéfica em uma decoração, o estilo Wabi-Sabi se baseia em uma paleta de cores tranquila. Tons quentes de bege e marrom emparelhados com cinzas neutros e off-white são uma excelente combinação. Não só eles fazem o espaço parecer maior, mas também criam um clima quente e sereno. Além disso, essas cores combinam facilmente com os elementos orgânicos incluindo madeira, pedra, vime.

Conteúdo Exclusivo FTC.