10 de Abril , 2018

VEM VER COMO CRIAR UMA CASA QUE REFLITA A SUA PERSONALIDADE.

Cada casa tem uma história diferente para contar. Lembranças cultivadas ao longo dos anos, marcas que percorrem as paredes e impressões cravadas em cada objeto. Como um livro aberto, cada cômodo é um convite para uma leitura detalhada, revelando um novo universo particular, repleto de memórias, registros e autenticidade. Essa é a magia de uma casa com alma, com personalidade. Afinal, nada melhor que viver em um lugar que é uma extensão de você, de sua história, de seu estilo!

Mas alto lá! Não existe uma fórmula da casa perfeita. É claro que há premissas básicas de harmonia e volumetria fundamentais que devem receber atenção especial na hora de reformar e decorar. Mas isso é apenas uma parte do processo. O segredo é ter paciência! Só assim você vai conseguir encontrar os móveis e objetos que darão vida ao seu lar e contarão a sua história.

Resolvi bater um papo com a Deborah Apsan, uma amiga e profissional que entende muito bem como as casas com alma ganham formas e cores. Há 30 anos ela vem desvendando e produzindo as casas mais interessantes que vemos nas principais revistas de arquitetura e decoração do país. E nessa conversa eu descobri que a grande sacada é você seguir um estilo que curte, seja moderno, clássico ou romântico, por exemplo, e rechear com histórias. “E não precisa ter pressa! Você tem a vida toda para isso”, bem lembra ela. “O problema é que todos querem tudo pronto para ontem, o que acaba estragando a personalidade das casas.”

Peças com memória afetiva

Lembre-se sempre de que nada melhor para contar histórias do que peças impregnadas de memória afetiva. Aquela lembrança que você trouxe de viagem, uma peça única que garimpou na feira de antiguidades e até mesmo as coleções ou os móveis passados pelas gerações de sua família… peças que te lembrem algum lugar, uma pessoa, um aroma. Aí está o DNA da sua casa. “O importante é não comprar apenas por impulso, mas sim escolher peças de bom gosto. Apostar em objetos diferentes também é muito divertido e traz muita autenticidade”, ainda lembra a Deborah, mais conhecida no mercado de décor como Debbie.

Anos de estrada no mundo do decór facilitaram bem a vida da Debbie na hora de imprimir sua personalidade no seu apartamento, na Zona Oeste de São Paulo. A simpatia pela praia e por tons de azul e vermelho serviram de inspiração para criar um ambiente clássico e sofisticado ao estilo Ralph Lauren. Já as histórias e lembranças são sussurradas por meio de pequenos detalhes, como o cavalinho dinamarquês e o pandeiro africano, as fotos emolduradas dos amigos fotógrafos ou a coleção de livros e revistas.

“Não sou muito moderna, ao contrário do meu marido, que prefere tudo preto e branco e ama tecnologia. Costumo trazer uma peça de cada lugar que visito na mala, adoro garimpar peças diferenciadas e amo ler”. Segundo ela, a ajuda de um arquiteto foi fundamental na hora de reformar o apartamento. “Um profissional faz tudo com um olhar diferenciado, descobre espaços e transforma as coisas, não importa se o projeto é de pequeno, médio ou grande porte”, aponta.

 

 

Olhar apurado

Nem todo mundo consegue visualizar os elementos que dão harmonia na hora de mudar o layout de um ambiente ou conferir personalidade à decoração. Alguns se perdem nas dimensões; outros, nos materiais. Às vezes, há elementos demais, cores demais – ou de menos… Mas nada que um olhar apurado de um profissional não resolva!

Exatamente por isso, fomos direto a trocar uma ideia com a arquiteta Vanessa Piccoli para compartilhar algumas dicas de como deixar a sua casa com alma, personalidade e transbordando vida e estilo.

No living

Para os adeptos do estilo minimalista, uma opção legal para dar harmonia ao ambiente é apostar em uma base com cores neutras. Elementos pontuais e plantas são geniais para trazer charme e vida, e artes e texturas criam um ar de aconchego. Além disso usar os livros que fazem parte da sua biblioteca são uma alternativa interessante para dar volume, além de contar um pouco sobre suas preferências literárias. Contrastar fundos escuros com elementos claros e vice-e-versa também é uma dica bacana para destacar os objetos de décor.

“Usar peças que dão movimento e textura só enriquece a decoração. Velas, vasos pequenos, porta-retratos ou qualquer outro objeto que ressalte a identidade dos moradores são excelentes para preencher uma casa com alma”. E ainda tem mais dicas da Vanessa! Vai anotando aí: “Também é muito bacana brincar com composições em diferentes alturas, contrastando elementos, para dar mais movimento e harmonia à produção.”

Quarto de Casal

Se tem uma coisa que um quarto precisa ser é confortável, independente do estilo de quem dorme nele. Por isso, a grande sacada é apostar em uma decoração leve, prática, que traz tranquilidade e aconchego na hora do descanso. A iluminação indireta é coringa, criando cenas e deixando o ambiente ainda mais confortável.

“A gente ainda pode brincar com diferentes texturas nas colchas e almofadas, assim como usar quadros, plantas e adornos para trazer um ar mais divertido e autêntico ao ambiente”. E a Vanessa ainda é ousada e tenta agradar gregos e troianos rssss. Nesse caso, cada um do casal pode reservar a sua mesinha lateral para expressar as particularidades de sua personalidade.

Cozinha

O estilo da cozinha de uma casa depende muito dos hábitos da pessoa ou da família que mora ali. Seja um solteiro que trabalha demais e só tem tempo para cozinhar nos fins de semana ou alguém que adora preparar as mais diversas delícias… uma cozinha precisa ser funcional acima de tudo!

“Ela tem que ser prática, fácil de limpar, organizada e, ao mesmo tempo, bonita.” Parece óbvio, mas isso que a Vanessa disse muita gente acaba esquecendo na hora de decorar uma casa. “É interessante apostar em armários lisos para dar maior amplitude, uma bancada espaçosa e algumas prateleiras para deixar as louças à mostra. Plantas são muito bem-vindas. Suculentas, bambus e costela de adão são resistentes e se adaptam com muita facilidade ao ambiente fechado.”

A vez dos pequenos

Então você pergunta: e o quarto das crianças? Bom, alternativas para deixar o espaço dos pequenos cheio de vida e graça não faltam. Por isso conversamos com a fundadora da consultoria Minimundo, Fernanda Emmerick, especializada em decoração de quartos infantis. Ela disse que o gostoso é que as mudanças no decór no quarto das crianças podem ser feitas ao longo do tempo, enquanto eles vão crescendo e adquirindo gostos e estilos.

Ela ainda deu uma dica bem bacana para a gente: a de criar um ambiente mais atemporal e clean para o quarto do bebê. Isso justamente facilita inserir diferentes peças e detalhes no decorrer dos anos. “A ideia é construir um cenário que cresça junto com a criança e, com o tempo, ir acrescentando peças que representam os gostos da garotada”, lembra ela.

Fernanda também explicou que a grande sacada é gerar uma atmosfera lúdica, mágica. E, para isso, nada melhor que usar e abusar de complementos de paredes. E há uma infinidade de opções: adesivos, quadrinhos, bastidores, cordões de bolinhas, luminárias, nichos, câmeras de madeira, brinquedos…

“Não adianta um quarto ter móveis incríveis e uma parede branca e sem graça. “Opções não faltam para compor um cenário superbacana”, lembra muito bem Fernanda.

As pinceladas temáticas são muito bacanas. E isso pode ser facilmente alcançado de forma muito agradável – e sem exageros ou confusão! – por meio do uso de papéis de parede, almofadas, tapetes, brinquedos e bichos de pelúcia. Um clima de praia pode ser conquistado com almofadas em formatos de peixes, por exemplo, ou um papel de parede com ondas. Aliás, explorar os temas nas almofadas e em acessórios são uma ótima dica, já que são itens fáceis de serem trocados quando a criança enjoar.

Outra ideia divertida compartilhada por Fernanda foi o uso de tendas no decór. Elas exemplificam muito bem a ideia de alterar o olhar no ambiente com o tempo. Por exemplo, no quarto de um bebê, uma tenda pode servir de espaço para a mãe amamentar ou ler histórias. Mais tarde, a peça pode ser transformada em um cantinho de leitura para os meninos e um camarim para as meninas.

 

E então? Ficou inspirado para começar a pensar na decoração do quarto do seu futuro filho?

Conteúdo exclusivo Casa de Valentina.