30 de janeiro , 2020

Ganhando projeção sobre outros ambientes da casa, as cozinhas incorporam novas soluções de design e são capazes de expressar nossa personalidade

Crédito: Pexels

 

Cozinhar já não é mais uma necessidade, mas uma escolha como estilo de vida. Depois que a cozinha ganhou projeção sobre a sala de jantar, o próximo passo foi expandir-se para a sala de estar. Em alguns projetos, ela também se integra à varanda ou terraço – criando uma grande área gourmet.

O fato é que os fabricantes de mobiliário e acessórios estão criando soluções empolgantes e com um design caprichado para alçar a cozinha ao título de melhor lugar da casa. Para muitos, esse ambiente já é o coração da casa, por permitir a integração de amigos e familiares em torno de refeições ou preparação de drinks.

A cozinha pode ser reduzida e funcional ou altamente personalizada para quem busca aspirações como “chef”, mas os principais conceitos que orientam esse espaço são: eficiência, qualidade estética e socialização. O design, inovações tecnológicas e a paleta de cores também ajudam a conectar esse espaço com o restante da casa – e não importa o estilo aplicado.

 

Crédito: Pexels

 

O mobiliário com ilhas ou bancadas com tampos, que podem funcionar como mesa acessória, também são recursos que podem unir todos em torno da preparação dos alimentos ou para uma conversa.

Para a organização interna de talheres, panelas e utensílios diversos, não faltam acessórios e ferragens capazes de se adaptar a qualquer projeto. Além de separadores de gavetas personalizados, soluções com extração de canto permitem otimizar o armazenamento no interior do mobiliário. Torres de extração, que funcionam como despensas, conferem ainda um layout prático e minimalista.

 

 

A anti-cozinha

E quando uma cozinha não é uma cozinha? Como um camaleão, há quem deseje camuflar utensílios ou mesmo a bagunça do almoço/jantar, enquanto serve a sobremesa ou precisa utilizar a sala para uma rápida teleconferência (fruto dos novos tempos do home office).

Como os Millennials (26 a 40 anos) passam mais tempo em casa, eles precisam de espaços adaptáveis para cozinhar, trabalhar, relaxar e se divertir. Os dados são da pesquisa “Tendência de Living: saiba o que cada geração espera em termos de moradia”, da consultoria WGSN. Com tudo disponível online, é fácil do que nunca atender ou satisfazer às necessidades diárias sem pisar fora de casa.

A última edição da EuroCucina (2018), que integra o Salão Internacional do Móvel de Milão (Itália) nos anos pares e é determinante para alguns dos principais lançamentos do segmento, já apontava essas mudanças para a cozinha. Grandes armários apresentavam sistemas de abertura oculta, colunas duplas de armazenamento e armários que permitem ocultar eletrodomésticos, fornos e até a área de lavagem.

Bancadas deslizantes em diferentes materiais, permitindo cobrir pias e cooktops quando não estavam em uso, também eram abundantes; assim como a combinação de materiais nobres, envolvendo alumínio, madeira, pedras e vidro.

 

 

Possibilidades infinitas

Mas se por um lado há quem prefira ocultar parte do ambiente, há outros que valorizam a transparência e espaços abertos – ampliando a sensação de integração dos espaços. Assim, vimos as cristaleiras ressurgirem com uma estética bem contemporânea.

A construção de estantes e prateleiras metálicas vazadas, que pode ser uma solução inteligente para divisórias de ambientes, é outra alternativa que ganha espaço na cozinha. Além do toque de leveza, elas permitem expor objetos pessoais, louças, plantas ou ainda pequenos vasos com ervas e temperos. Essa solução também pode estar suspensa sobre ilhas e bancadas – não importando o tamanho do imóvel.

 

Cozinha projetada pelos profissionais Elena Olechak e Emerson Ribeiro com lançamentos da Todeschini na Mostra Decorare 2019

 

E nunca é demais lembrar, a cozinha também é lugar para expressar nossa personalidade. Por tudo isso, ela ganha nova dimensão, fornecendo uma solução muito mais dinâmica do que a combinação tradicional de armários e gavetas.

E para os próximos anos, quais devem ser os avanços no design das cozinhas? A EuroCucina 2020 (de 18 a 24 de abril, em Milão) deve trazer algumas respostas. No campo da tecnologia é certo que veremos cada vez mais eletros “inteligentes” e “conectados”. Na verdade, a tecnologia deve caminhar para tornar a vida diária mais conveniente, eficiente e agradável.

Contéudo exclusivo Habitus Brasil