24 de junho , 2019

“Quando oiei a terra ardendo
Qual fogueira de São João
Eu perguntei a Deus do céu, ai
Por que tamanha judiação
Eu perguntei a Deus do céu, ai
Por que tamanha judiação”

 

Você já deve ter cantado trechos da música Asa Branca nas festas juninas, mas sabia que ela foi escrita em 3 de março de 1947 por Luiz Gonzaga em parceria com Humberto Teixeira? A Canção virou hino do Nordeste Brasileiro, um dos primeiros sucessos do cantor e compositor que retratou o sofrimento do povo do sertão nordestino diante da seca.

A música foi gravada por diversos cantores como Dominguinhos e Sério Reis.

O Rei do Baião

Luiz Gonzaga foi o responsável pela valorização dos ritmos nordestinos, levou o baião, o cote e o xaxado para todo o país. Cantor e compositor, o músico tinha a companhia da sua inseparável sanfona e em todo país recebeu o título de Rei do Baião.

O músico nasceu em 1912, filho de Januário José dos Santos, o mestre Januário, “sanfoneiro de 8 baixos” e Ana Batista de Jesus. O casal teve oito filhos e Luiz desde pequeno gostava de ficar vendo o pai tocar sanfona. Protegido do Coronel Manuel Aires de Alencar, aprendeu com as suas filhas a ler, escrever e falar correto. Aos 13 anos, com o dinheiro que juntou e o emprestado pelo coronel, Luiz comprou sua primeira sanfona.

Em 1984, recebeu o primeiro disco de ouro com “Danado de Bom”, fez turnê na Europa e durante toda a sua carreira, gravou 56 discos e compôs mais de 500 canções.

 

Na voz de outros artistas

Em comemoração do centenário de Luiz Gonzaga em 2012, foi lançada a coletânea dupla “Luiz Gonzaga – Olha Pro Céu”, que reuniu artistas como Caetano Veloso, Maria Bethânia, Gilberto Gil, Dominguinhos, Alceu Valença, Amelinha e Elba Ramalho cantando músicas que marcaram a carreira do Rei do Baião. Difícil foi escolher as mais famosas, com tantas músicas especiais.

 

Veja momentos do Rei do Baião:

 

Inspire seu arraiá com a seleção de músicas da Todeschini, incluindo Luiz Gonzaga. Clique aqui.