8 de março , 2022

Um dos diferenciais competitivos da indústria moveleira está nas práticas de preservação do meio ambiente. Quer entender o impacto dessa atitude?

 

A sustentabilidade, conceito que antes era considerado uma tendência, atualmente, é uma realidade necessária. Não há como agir no presente sem pensar nas futuras gerações e isso implica diretamente no cuidado com o meio ambiente.

O mercado está cada vez mais em busca de práticas que possam reduzir os impactos negativos gerados à natureza. Nesse cenário, a Todeschini destaca-se por suas atitudes e projetos voltados à preservação do ecossistema.

Saiba como esse diferencial tornou-se competitivo no segmento de móveis.

 

O que é sustentabilidade?

Como o nome indica, essa palavra refere-se à capacidade de sustentação, neste caso, do planeta. O termo compreende a preservação e respeito à natureza, por meio de cuidados, ações e políticas envolvendo o uso dos seus recursos naturais de maneira consciente.

Desde sempre as ações sustentáveis fazem parte da nossa vida, como por exemplo ao separar o lixo para reciclagem ou plantar árvores. Mas, como a sustentabilidade é vista no mundo dos negócios? Confira a seguir.

 

Sustentabilidade como vantagem competitiva

No âmbito empresarial, esse conceito ganha significativa magnitude, porque, ao definir iniciativas que prezam pelo respeito ambiental, a marca estará promovendo o desenvolvimento e fortalecimento da organização e de todos os stakeholders, incluindo aqueles que não se relacionam diretamente com a empresa.

Desse modo, a atitude torna-se um diferencial competitivo que posiciona a marca à frente de sua concorrência. Outros benefícios gerados pela sustentabilidade incluem:

  • Economia para a empresa: em sua maioria, as práticas sustentáveis estão relacionadas à reutilização ou preservação de determinados recursos, como: uso de acessórios recicláveis, máquinas que consomem menos energia, reuso da água da chuva e muitas outras ações que influenciam diretamente no orçamento das companhias, reduzindo despesas.
  • Presença garantida no futuro: não é exagero afirmar que empresas que não buscarem reposicionar suas ações em prol da sustentabilidade, tendem a sofrer impactos nos próximos anos. Este aspecto está diretamente ligado ao fato de que as pessoas estão mais preocupadas com o futuro do planeta, desconectando-se de instituições que não participam dessas mudanças positivas.
  • Investimentos de outros ramos: as práticas também impactam a bolsa de valores e outros meios utilizados por investidores, que tendem a apostar cada vez mais em empresas comprometidas com o meio ambiente e as próximas gerações.

 

Setor moveleiro e a sustentabilidade

A indústria moveleira já faz parte dessa mudança em prol do planeta. O chamado ecodesign é uma metodologia que desenvolve produtos que vão ao encontro de princípios sustentáveis.

O uso de matéria-prima que não impacta negativamente o meio ambiente e o reaproveitamento de materiais são os principais fatores na fabricação de móveis. Para arquitetos, designers de interiores e, principalmente, consumidores finais, essas transformações são muito bem-vindas.

Contudo, é fundamental que as pessoas estejam atentas às falsificações existentes no mercado. Para ter a certeza de que os mobiliários são produzidos seguindo o conceito sustentável, a dica é buscar marcas consolidadas, que são referências no setor, como a Todeschini.

 

Todeschini comprometida com o futuro das gerações

Nós acreditamos que transformações fazem a diferença. É por isso que atuamos com o propósito de minimizar os impactos ao meio ambiente, baseados em diretrizes e atividades que, acima de tudo, promovem o desenvolvimento sustentável da sociedade.

Quer entender melhor por que somos uma indústria ecologicamente correta? Clique aqui.